Motivação nas modalidades de luta

Tempo de leitura: 6 minutos

Nas modalidades de luta, assim como na maioria das modalidades esportivas, a motivação é um fator essencial para que se consiga um bom resultado.

Técnicos, treinadores, professores, ou até mesmo parceiros de treino, se perguntam como fazer para motivar aquele aluno ou colega talentoso que não se empenha o suficiente para atingir os resultados que potencialmente poderia alcançar.

Para isso, precisam entender que apenas o uso de frases prontas não são o suficiente para motivar atletas. É necessário que se compreenda como se dá o processo de motivação no geral, e em sua modalidade especificamente.

Neste artigo vou tratar da motivação nas modalidades de luta, com o intuito de tornar seu processo mais compreensível. Confira!

 

O que é motivação

A motivação é basicamente composta por dois elementos. O primeiro é a direção de um esforço, ou seja, por que tipo de atividade o indivíduo se sente atraído. Uma pessoa que sente atração por esportes de combate pode se sentir motivado a se matricular em uma academia que ofereça a modalidade.

O outro elemento é a intensidade do esforço. A intensidade refere-se à quantidade de esforço despendido por uma pessoa para realizar uma atividade. Pegando o exemplo de academias de lutas, pode-se observar que alunos que treinam com a mesma frequência podem não colocar a mesma quantidade de esforço em cada treino.

Esses dois elementos estão ligados, pois quando alguém faz uma atividade com a qual não se sente atraído, não a desempenhará com tanta intensidade, e vice-versa.

A motivação nas modalidades de luta se dá da mesma forma. O praticante pode até não se tornar um atleta, mas se estes dois elementos estiverem presentes, se manterá motivado a treinar.

Alguns estímulos podem gerar e desenvolver a motivação. Esses estímulos dividem-se basicamente em estímulos externos e estímulos internos.

Aos estímulos externos, damos o nome de motivação extrínseca, e aos internos, motivação intrínseca.

 

Motivação extrínseca

A motivação extrínseca é gerada a partir de fatores ambientais, ou seja, de estímulos externos. Pegando como exemplo um atleta de modalidades de combate, estes estímulos podem ser:

  • Uma boa orientação de seu treinador;
  • Boa recompensa financeira;
  • Torcida a favor;
  • Reconhecimento da imprensa;
  • Sensação de estar progredindo.

 

Motivação intrínseca

Já a motivação intrínseca diz respeito a fatores pessoais, a estímulos internos. Pegando o mesmo exemplo acima, podem ser exemplos de estímulos internos:

  • A realização de tarefas;
  • A superação de seus limites;
  • O atingimento de metas;
  • A satisfação pessoal em conseguir realizar algo difícil.

Os fatores ambientais e pessoais dizem respeito aos às situações em que o praticante possa se encontrar e a seus traços de personalidade respectivamente.

O importante é que o treinador ou professor observe ambos e entenda como eles interagem, para que possa criar a melhor estratégia para motivar seu atleta ou aluno.

É fundamental também que se observe quais fatores podem fazer contribuir para o aumento ou a diminuição da motivação nas modalidades de luta, assim como em qualquer modalidade.

 

Alguns problemas de motivação em atletas de luta

O atleta de luta pode encontrar problemas consigo mesmo, assim como referentes a treinador(es), treinamentos, e à própria competição.

Quanto a si próprios, os atletas podem estar enfrentando: falta de vontade de treinar e competir, incompatibilidade com os treinamentos, se cobrar demais, medo de arriscar, baixa tolerância à frustração, dependência excessiva de estímulos externos, etc.

Os treinadores podem estar contribuindo para a falta de motivação do atleta quando: têm vaidade em excesso, não possuem competência para a função, dão valor apenas aos melhores resultados, são descompromissados, cobram do atleta a vitória a qualquer custo, não confiam na capacidade do atleta, não sabem o que fazer no caso de não obter sucesso, etc.

O treinamento pode desestimular o atleta quando: não é individualizado, quando é desestimulante, quando não faz sentido para o atleta, treinamento muito fácil ou muito difícil, com pouca variação, clima ruim entre os participantes, etc.

No que se refere a competição, ela pode trazer problema na motivação do atleta quando: são em nível abaixo do qual o atleta se encontra, adversários fortes demais, competição muito importante, críticas por parte do treinador quanto à competição, queda de rendimento durante a competição, etc.

Tais problemas, quando não detectados, podem fazer com que o atleta não queira mais competir, sem que haja algum motivo aparente para as pessoas que o acompanham, se não houver espaço para que ele se expresse.

O ideal é que haja a presença do psicólogo esportivo durante todas as fases de preparação do atleta, mas nem todas as equipes podem contar com este profissional.

Quando descobertos tais problemas, algumas medidas podem ser tomadas.

Irei expor algumas a seguir.

 

Fatores que podem motivar o atleta

Medidas que podem ajudar a aumentar a motivação de lutadores nos treinamentos:

  • Feedback positivo, dado ao atleta individualmente;
  • Lemas que façam com que o atleta se lembre do porquê de estar treinando e querer competir;
  • Estipular metas que não estejam além da capacidade do atleta;
  • Atenção individualizada, para que o atleta sinta que tem valor dentro da equipe.

Medidas que podem ajudar a aumentar a motivação de lutadores nas competições:

  • Participação em competições onde encontre adversários de nível equiparável;
  • O treinador deve mostrar ao atleta que confia na sua capacidade;
  • Evitar reprimendas durante a competição;
  • O treinador deve ter autocontrole, para que não mostre irritação quanto ao desempenho do atleta durante a competição.

A motivação é um fator essencial para o desempenho de qualquer atividade, por isso é necessário estar atento a quais fatores elevam ou diminuem o nível de motivação, para que se consiga sempre progredir em sua prática.

Livros e palestras motivacionais, apesar de serem boas ferramentas, terão apenas um efeito paliativo quando o problema é falta de motivação. É necessário observar a sua causa e tomar as medidas necessárias para seu restabelecimento.

E você, enfrenta problemas e dificuldades em encontrar motivação para suas atividades?

Deixe seu comentário para que possamos debater sobre o assunto.

Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *