O Budô e o samurai moderno

Tempo de leitura: 2 minutos

O samurai moderno é aquele que aplica os conceitos do Budô em sua vida cotidiana, enfrentando as batalhas da vida moderna com coragem e abnegação. Suas espadas tomam as mais variadas formas. Podem ser um laptop, um estetoscópio, uma britadeira, ou qualquer que seja a ferramenta utilizada em seu trabalho.

Mas o que diferencia o samurai moderno do trabalhador comum?

É o que você vai ver neste artigo. Confira!

 

O que é Budô

Para que haja o entendimento do que é o Budô, é preciso mencionar antes sobre o que é o Bujutsu.

Essas são duas palavras de origem japonesa, que têm em comum o caractere “Bu” em sua composição. “Bu” pode significar guerra, arte da guerra ou artes marciais. Os sufixos “Do” e “Jutsu” é que vão diferenciar a ênfase que se dá à aplicação destas artes.

O Bujutsu pode ser traduzido como “ciência da guerra” ou “técnica da guerra”. Seu propósito é o de encontrar a melhor forma para derrotar o inimigo. Utilizadas pelos guerreiros japoneses nos diversos conflitos internos que aconteceram antes da Restauração Meiji, essas técnicas davam ênfase à aplicação dos métodos mais eficientes de se vencer um combate.

Após a Restauração Meiji, os conflitos se cessaram no arquipélago, o que fez com que as práticas do Bujutsu tomassem outra forma. A aplicação em um combate real, contra um inimigo externo, já não era necessária. Isso faz com que surja o Budô, com forte influência do Zen Budismo, adaptando as práticas do Bujutsu para o combate do “inimigo interno”, ou seja, as formas de pensar e agir que deixam o indivíduo mais longe de seu objetivo final, a iluminação.

Com isso, o sufixo “Jutsu” é substituído pelo “Dô”, dando origem ao Budô, que significa “caminho marcial”. O objetivo não é mais vencer ao inimigo, mas a si mesmo alcançando um patamar elevado de desenvolvimento físico, mental e espiritual.

 

O Budô como caminho de vida

Os conceitos do Budô acabaram sendo incorporados por grande parte da sociedade japonesa, o que influenciou seu modo de pensar e agir em sociedade.

O fundador do Judô Jigoro Kano dizia que o objetivo maior do artista marcial deveria ser contribuir para a sociedade, como dito em um artigo que escrevi anteriormente. A busca diária pela excelência, observada em profissionais de várias áreas e de diferentes nacionalidades, são características do samurai moderno, que por meio do seu trabalho faz sua contribuição para a sociedade.

Disciplina, honestidade, caráter, compaixão e perseverança são algumas das características observadas no samurai moderno, que ama seu trabalho e o faz da melhor forma possível. Independentemente de sua origem, ou de seu conhecimento em alguma arte marcial, as pessoas que possuem este tipo de conduta, e que lutam contra seus inimigos internos, tentando ser pessoas melhores do que no dia anterior, podem ser considerados “samurais modernos”.

 

E você, se considera um samurai moderno? Deixe aqui seu comentário para que possamos debater mais sobre o assunto!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *